Orientações para amamentação
A Perinatal incentiva, desde sempre, a prática do aleitamento materno. Não é para menos, uma vez que a alimentação do recém-nascido é uma das principais preocupações de pais e médicos. Além disso, a amamentação promove mais contato e intimidade entre a mãe e o seu bebê, fator tão importante para que a criança cresça forte e saudável.
Qual o melhor alimento para meu bebê?
O leite materno é sempre o alimento mais adequado para o seu bebê. Amamentar nem sempre é uma tarefa fácil, podendo ser cansativa para a mãe, mas é muito gratificante. Existem muitas vantagens do leite materno sobre o leite de fórmula. Estas vantagens incluem:

-Menos infecção
-Mais tolerância aos alimentos
-Melhor desenvolvimento
-Menos risco de alergia

Em algumas situações pode ser necessária a complementação da alimentação com leites formulados especialmente para recém-nascidos. Nestes casos, o pediatra de seu filho dará a orientação necessária.
Quando vou começar a produzir leite?
Logo após o nascimento você já pode e deve oferecer a mama ao bebê. O leite produzido nos primeiros dias é chamado de colostro e, por ser rico em proteínas e componentes imunológicos, é muito importante para seu bebê. Após 48/72 horas do nascimento, acorre a “chegada do leite”, tecnicamente chamada de apojadura. O volume de suas mamas vai aumentar e você perceberá um maior volume de leite produzido.
Com que freqüência devo amamentar?
Você deve oferecer o seio materno sempre que o bebê solicitar. Não existe intervalo fixo entre as mamadas, mas evite deixá-lo mais que 4 horas sem mamar nos primeiros dias de vida. A sucção do mamilo é o principal estímulo a produção de leite materno logo quanto mais vezes o bebê mamar maior será o estímulo a produção de leite.
Quanto tempo deve durar cada mamada?
O tempo da mamada também não é fixo, mas em geral cerca de 20 minutos de sucção em uma mama são suficientes para o bebê ficar saciado. Ao final da mamada coloque o bebê na posição vertical para eliminar o ar deglutido. Se após arrotar você perceber que o bebê ainda quer mamar, ofereça a outra mama por mais 20 minutos ou até que ele durma. Coloque novamente para arrotar.
Em que posição ele deve ficar no berço?
Sempre coloque seu bebê de COSTAS quando no berço. Esta posição é recomendada, pois diminuiu o risco de SÍNDROME DA MORTE SUBITA. Nunca coloque seu bebê recém-nascido de bruços quando dormindo.
Quando meu bebê irá ganhar peso?
Todos os bebês perdem peso nos primeiros dias de vida. Esta perda de peso pode chegar até 7 a 10% do peso de nascimento do bebê. Esta perda de peso se deve a perda de água porque o bebê não está mais envolto no líquido amniótico. Geralmente, o bebê recupera seu peso de nascimento por volta de 10 a 15 dias de vida.
Existem mães que não podem ou não devem amamentar no peito?
Muito poucas mães não podem ou não devem amamentar no peito. A maioria das drogas não chega para o bebê em grandes quantidades pelo leite para impedir o aleitamento materno. Certifique-se que você deixou seu médico ciente de todos os remédios ou outras drogas que você está tomando. As seguintes mães usualmente não devem amamentar:
- Mães recebendo quimioterápicos e/ou radioterapia para câncer
- Mães portadoras de HIV ou AIDS
- Mães em uso de drogas que passam em grande quantidade pelo leite materno ou são perigosas para o bebê como cloranfenicol, antidepressivos e derivados opióides.

Se você teve uma cirurgia ou radiação nas mamas (especialmente próxima ao mamilo), pode ser mais difícil para você produzir leite. Se somente uma mama recebeu cirurgia ou radiação, a outra deve ser apta para produzir leite suficiente para o seu bebê.
Eu não posso ou não quero amamentar
Embora encorajado, o aleitamento materno é uma escolha pessoal. Os bebês podem se desenvolver normalmente quando alimentados só com leite de fórmula. Mesmo que esteja disponível o leite de outra mãe não é adequado ou seguro para seu filho. Na falta do seu leite sempre utilize o leite artificial.